Páginas

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Querida Amanda Todd

Querida Amanda Todd,
Não sei exactamente onde estás e se alguma vez poderás saber que, agora que partiste, deixaste tantos olhos humedecidos e tantas palavras de apoio, mesmo que tardias, de certo gostarias de saber que chegaram. Nunca te vi, e, pelas fotos, pouco posso dizer de ti: eras uma rapariga bonita, com um sorriso enorme, tal como é normal na nossa idade. Provavelmente também gostarias de maquilhagem, saltos altos e ir ao cinema com as amigas. Não sei muito sobre ti, e tudo o que penso agora talvez não passem de pequenas suposições baseadas numa dor que agora partilho contigo, mas não queria deixar de te escrever mesmo assim. Aquilo que sempre nos separou foram milhões de quilómetros e agora é o Céu e a Terra. Não tive oportunidade de te conhecer, ou sequer de te mostrar que não estava sozinha naquela luta, mas, e tal como todos nós, só soube de tudo tarde demais. Não consigo imaginar o sofrimento que sentiste todos estes anos, com todas aquelas mudanças. Não consigo imaginar o sufoco que era acordar sabendo que não terias ninguém ao teu lado na escola, e que, tal como mostraste no vídeo, ninguém que se quisesse sentar ao pé de ti à hora de almoço. Não consigo imaginar a tua dor quando viste uma parte do teu corpo, que é-nos tão intima a nós raparigas, espalhada na Internet.  O desespero que deves ter sentido, o medo, a vergonha... A vida é feita de erros. Teres-te exposto aos doze anos online sem camisola provavelmente foi dos maiores erros que cometeste, mas o maior foi teres posto a tua vida para o lixo, dando importância a pessoas que de certo agora choram com peso na consciência. Sei que desde que fizeste aquele disparate nada voltou a ser o mesmo.. Foste chantageada  humilhada e desprezada por todos: obrigaram-te a mudar de cidade e de escola mais do que uma vez e nada parecia suficiente para calar aquelas vozes que tanto te magoaram  As pessoas são cruéis, e eu também sei disso. Na nossa idade, parece que tudo é tão melhor para os outros do que para nós. Aqueles que parecem mais fortes são os que gozam com os outros e os fracos são os que não conseguem humilhar ninguém. Parece que o Mundo está trocado, e que o Bem e o Mal agora confundiram-se num jogo de poder no qual não quero participar. Aquilo que sofreste pela calada, é agora o incentivo a tantas vítimas que por aí sofrem a denunciar os seus agressores. A tua história é triste, muito triste, e o desfecho faz-me querer abraçar-te com muita força, mesmo não o podendo fazer fisicamente. Aquilo que se passou contigo foi das piores coisas que conheci na minha vida: o teu vídeo, aquilo que escreveste naqueles papéis em branco, têm-me assombrado os dias. Não consigo perceber o porquê de as coisas serem assim, o porquê de teres de acabar contigo. Haviam tantas hipóteses, podias ter conseguido superar isto. A vida talvez te desse uma segunda oportunidade, mas agora nunca saberás. Tens todo o meu respeito, a minha mágoa e uma parte da minha alma, porque levaste contigo a minha esperança de que o Mundo pudesse mudar. Aquilo que eu mais gostava era que pudesses ler isto e soubesses que tens ao teu lado, e de mão dada contigo, milhões de pessoas, que tal como eu, choraram sentidamente no dia em que viram aquele vídeo, em que, sem mostrares a cara, pude ver os olhos mais assustados e a boca mais trémula... Não merecias o que passaste, e nunca, mas mesmo nunca, te culpes pelo que aconteceu. Tu foste a vítima, e não devias ter sido tu a partir antes do tempo, mas sim quem te incentivou a fazê-lo. Aqui em baixo ainda há uma remota esperança de que quem te magoou desta forma será castigado, e, espero que por aí, consigas descansar em paz. Tenta basear-te nos momentos felizes que hás-de ter tido antes de todo este pesadelo e revê-te nos rostos de centenas de crianças que provavelmente ao verem o teu vídeo pensaram "podia ter sido eu".
Estamos muito tristes com a tua partida, nunca te conheci, mas só quero que saibas que nunca me senti tão perdida com o falecimento de alguém que nem sequer cheguei a conhecer.
Um grande abraço cheio de força, estamos todos aqui a lutar por ti.
Francisca Gama


34 comentários:

  1. O texto está perfeito querida, tenho exactamente a mesma opinião que tu. Esse vídeo fez-me chorar quando o vi :c

    ResponderEliminar
  2. Faço deste teu imenso e maravilhoso texto, meu também. É tudo tão triste, como o Mundo está. <3

    ResponderEliminar
  3. Uau, chorei... Tens muita razão a maneira como te expressas nos teus textos é maravilhosa :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigada, anónimo. é sempre óptimo que reconheçam a sinceridade com que escrevo, muito obrigada mesmo.

      Eliminar
  4. Eu vou lendo princesa, mas não te acompanho desde o início, prestarei mais atenção a partir de agora *-*

    ResponderEliminar
  5. Sim. Ela não tive uma vida fácil e tu retrataste isso muito bem

    ResponderEliminar
  6. Esta perfeito francisca ;) foi tudo dito, adorei
    boa continuacao bjs

    ResponderEliminar
  7. Princesa, também foste? Por quanto tempo? Como superaste? Gostarias de contar a tua história? <3

    ResponderEliminar
  8. Depois fala-me dele. Sou do concelho de Cantanhede, porquê?

    ResponderEliminar
  9. Um bocadinho longe senão teria todo o gosto em ir :)

    ResponderEliminar
  10. também fui no passado vitima de bullyng , sei o quanto desesperante é .. felizmente atualmente pouco a pouco voltou tudo ao normal , tive sorte . coisa que a muitos não acontece :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. pois... as coisas vão sempre melhorando, o que é preciso é ter força e não desistir nunca, querida

      Eliminar
  11. Percebi bem o que escreveste. Agora sentimo-nos impotentes por não termos ajudado alguém que precisava de nós. Espero que ela agora esteja em paz e o teu acto foi muito nobre. Tenho a certeza que ela iria ficar muito feliz lendo isso!

    ResponderEliminar
  12. amei completamente! estou sem palavras

    ResponderEliminar
  13. Está sentido, é uma bonita homenagem. Pena é que estes temas só surjam depois de consumadas as consequências.
    No entanto, e se já passaste pelo mesmo, espero que tenhas superado e que agora saibas quem és e o que vales. um beijinho*

    ResponderEliminar
  14. Heyy, podes ajudar por favor? Votas? Iria significar muito!! https://apps.facebook.com/easypromos-premium/voteme/9603/614230182 … … de qualquer maneira, obrigada ♥

    ResponderEliminar
  15. Olá Francisca (:
    Acho que foi um gesto muito bonito, e descreveste muito bem a situação. Imensa gente ficou afectada com este vídeo, tal como eu. Ficamos sensibilizados... e fez-nos abrir um pouco os olhos.
    Por vezes, esquecemos-nos de que isto acontece todos os dias, e só nestas horas trágicas, é que nos apercebemos do quanto somos cegos. Espero que esta GRANDE rapariga, que a Amanda foi e será sempre, seja um exemplo para todos os que são submetidos a este cruel e ridículo tratamento. Nunca se calem, nunca consintam tal brutalidade.
    Amanda, descansa em paz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigada pelo comentário, é lisongeador aquilo que disseste. um beijinho enorme

      Eliminar
  16. Querida Francisca, chorei ao ler o texto, este fenómeno do bullying tem-se vindo a tornar um pesadelo na vida de muita gente. Infelizmente passei por ele, mas tive mais força que Amanda, foram anos complicados da minha vida, aliás, ainda hoje me pergunto como consegui sobreviver a 5/6 anos de insultos, violência verbal, mas superei e posso hoje afirmar com convicção que apesar de ter sido uma situação negativa e traumática aprendi muito com ela, hoje sou mais forte, não choro facilmente e aprendi a viver sem agradar aos outros.
    Quando vi a noticia da Amanda lembro-me de ter pensado: como é que pode haver gente assim tão cruel no Mundo?
    Paz à sua alma*
    beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. só te posso dizer... que te admiro. és muito forte. e de certeza que és uma excelente pessoa cheia de vivências boas e más que te ajudaram e prusdicaram, tal como a mim, e à Amanda. beijinho...

      Eliminar
  17. gostei imenso da carta que escreveste para ela. acho que se ela soubesse como a historia dela tocou o mundo, nao se teria suicidado. muitos de nós, teriamos tentado dar-lhe força. o que ela passou, deve ter sido horrivel. mas ela aguentou muito tempo.
    mas pronto.. a sério que adorei o que escreveste!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigada! também acho que ela gostaria de saber que há quem esteja a sofrer por ela. um beijinho

      Eliminar