Páginas

sábado, 14 de julho de 2012

Cimo da montanha

Estou no cimo de uma montanha. Daqui vejo o céu, o mar e a Terra. Vejo todas as casinhas que aqui se avizinham, vejo as pequenas praias e posso cumprimentar o grande oceano. Daqui vejo as nuvens e sinto que cada vez estou mais perto de as conseguir tocar e imagino como seria se fizesse queda livre rumo ao Atlântico. Como estou aqui, sinto-me maior. As pessoas lá em baixo estão tão pequeninas, o meu sentimento de superioridade é inevitável. E é engraçado como, cada uma ao seu ritmo, se movimentam pelas ruas, como se o ser humano não conseguisse estar quieto, como se procurássemos sempre algo maior e melhor para ser e estar. E, para ser franca, nesta montanha que me acolheu para escrever, consigo até perceber o porquê de tanta agitação "lá em em baixo". O Mundo é tão vasto, tão magnifico... Aqui em cima consigo sentir um pouco de todos os cheios que envolvem cada lugar, consigo ver um pouco daquilo que cada lugar tem para oferecer... Daqui em cima é tudo tão mais fácil, tão mais belo. Não há lixo, não há sirenes de ambulâncias ou polícia, não há infelicidade, os pequenos problemas não existem daqui... Porque daqui consigo ver tudo e tudo daqui é fabuloso. Há uma imensidade de coisas que todos nós devíamos ver, que nos fariam amar cada pequeno sítio que fosse. Que nos fariam querer cuidar, querer proteger.
Todos vocês deviam vir ao cimo desta montanha. E conhecer o Mundo daqui...



7 comentários:

  1. Ainda há muita gente cega, e muita que iria ao cimo dessa "montanha", com segundas intenções :p
    Mas não deixa de ser uma boa mensagem (:

    ResponderEliminar
  2. para saber se já tinhas feito esta escolha :D
    tens alguma ideia do que queres seguir? :)

    ResponderEliminar
  3. adorei o texto e identifico-me imenso com o q escreves.
    Tens um blogue super fofinho. parabéns*

    ResponderEliminar