Páginas

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Às vezes

Às vezes o sol não nasce de manhã, às vezes o vento sopra para dois lados, às vezes as nuvens não formam qualquer tipo de imagem. Às vezes as plantas não crescem, às vezes a areia não faz cocegas nos pés, às vezes (...) às vezes nem tudo é o que parece, às vezes a imaginação não alcança tudo o que esperamos. Às vezes os sonhos não se concretizam, às vezes os desejos não se realizam. Às vezes as coisas não correm como queremos, às vezes perdemo-nos nos caminhos que todos os dias fazemos, mas que às vezes, nos parecem completamente desconhecidos, quando estamos menos bem. Às vezes as histórias têm um final feliz, às vezes as personagens assumem mesmo bem o seu papel. Às vezes as coisas mais fortes caiem por mar, às vezes o próprio mar puxa com as ondas as coisas para ele.
Às vezes tudo é tão diferente, às vezes as coisas mais improváveis acontecem (...) mas às vezes tudo é simplesmente igual.

2 comentários: