Páginas

segunda-feira, 2 de julho de 2012

A minha música...

Este teclado parece ter-se tornando num piano, no da minha vida. Cada letra é uma tecla, um pensamento, uma dor. Quando estou triste, carrego com força, na esperança que tudo acabe, mas, quando estou feliz, basta deslizar os dedos e as palavras formam-se. Abano a cabeça, ao ritmo que as palavras se vão formando, como se estivesse a sentir uma música contagiante. E, pensando bem, é isso mesmo. Para mim, isto é a música, é a dança, a representação, tudo. É aqui que sou e finjo ser, que procuro sem querer encontrar nada e corro sem pressa. É ao escrever que sinto as emoções mais fortes, como se fosse a minha droga. Uma droga viciante, que me faz acordar às quatro da manhã e escrever apenas com um candeeiro ligado.
Quando preciso, e não tenho, cresce em mim um sentimento de desistência, de perda. Começo a sentir um desespero enorme e nada me faz sair daquele estado até encontrar um papel e uma caneta. E quando os alcanço, nesse momento... ninguém me pára. Crio magia, faço de mim alguém, supero-me. Sou feliz, Sinto-me realizada. Os problemas ficam escritos no papel, ou no ecrã, e desaparecem de mim. Ofereço-os àquilo que amo, à escrita. E fico sentada, horas a fio, a ouvir a mesma música, a minha paixão, o que escrevo.


6 comentários:

  1. obrigada! eu também gostei do teu, segui* (:

    ResponderEliminar
  2. tenho novo post no blog de fotografia e como tal queria que me desses a tua opinião clicando em "gosto" ou "não gosto", por favor:
    blog de fotografia

    ResponderEliminar
  3. obrigada pelo teu comentário, adorei este texto :)
    beijinho, estou a seguir-te *

    ResponderEliminar
  4. obrigada pelo teu comentário, adorei este texto :)
    beijinho, estou a seguir-te *

    ResponderEliminar