Páginas

sexta-feira, 29 de junho de 2012

O teu tesouro...

Sempre existira em ti algo profundamente escondido e fascinante, algo que me intrigava e ao mesmo tempo me fazia desejar-te de uma forma sem igual. Era o teu sorriso, a tua expressão, não sei, mas essa tal coisa, sempre fora o tesouro mais bem escondido de todos. Receio que estava e sempre estará para lá da pele e dos ossos, entranhado no meio do teu corpo, daquilo que não mostras, e que, de vez em quando, sorri para o Mundo cá fora, nuns breves segundos. Esta coisa, se é que lhe posso chamar isso, era o vento que movia o meu barco à vela, o cimento que era construído para os meus pés pisarem, a água para o meu jardim se tornar florido e primaveril. Era e continua a ser aquilo que te torna a cada dia que passa mais especial e, que faz com que te ame mais, de uma forma cada vez mais incontrolável e ao mesmo tempo completamente apaixonante.
Talvez o nome desta coisa seja coração. Acho que é isso que lhe costumam chamar. Não é o músculo, mas sim o que tens lá dentro, o que sentes. Esse teu coração, isso sim é o tesouro. O teu. E o meu também, porque espero ficar nele, para todo o sempre. Nunca te esqueças dele e segue-o. Ignora a cabeça, pois dela só precisarás para raciocinar. Com o coração, deves amar, simplesmente. E, lembra-te eternamente, que o teu melhor tesouro é aquilo que faz com que sejas o que és... Alguém especial, diferente e completamente único por tudo e por nada. E é assim que te amo.


9 comentários:

  1. será que posso pedir-te um favor?
    passa pelo meu blog de fotografia e dá-me a tua opinião sobre o post clicando em "gosto" ou "não gosto" se faz favor.

    ResponderEliminar
  2. sim, é o coração alheio que nos sorri e sopra em nossas vidas, e é esse coração que não queremos abandonar; está muito bonito

    ResponderEliminar
  3. muito obrigada querida e este texto está lindo.

    ResponderEliminar
  4. Pessoas demasiado importantes para mim a ir embora... e eu não aguento. Tudo ao mesmo tempo.

    ResponderEliminar
  5. Obrigada, não aguento de todo. Obrigada. :-)

    ResponderEliminar