Páginas

sábado, 14 de abril de 2012

Vencedora do Concurso que promovi

Como tinha dito, está aqui o texto de uma das duas vencedoras do concurso que fiz na minha escola. O outro texto, da segunda vencedora, será postado aqui brevemente.

" Imagina-te no mundo, sozinha, triste, abandonada… o que passa pela cabeça de todos? Sim, já sei. Quem é que no mundo conseguia viver desta maneira, mas mesmo assim, qual seria a nossa linha de pensamentos. Isso mesmo, estaríamos sempre a pensar como seria estar no lugar da plateia. O lugar de quem vê, assiste a tudo muito emocionado, e no final vai-se embora, tentando por para trás das costas tudo aquilo viu, naquele pequeno filme, para não sentir remorsos, pelas vezes que reclamou da vida cheia de pessoas que a amam, que a protegem, sentem a sua falta quando não está por perto…

Por muito que tentemos evitar o papel de vilão, a verdade é que muitos de nós, eu própria por vezes, encenamos a personagem de pessoa da plateia. Por muito que tentemos não ser egoístas, ás vezes a nossa força de vontade não chega, o orgulho ganha.

Não, esta história não é para que aprendamos a não refilarmos por tudo e por nada, é para sensibilizar tudo e todos, para que juntos consigamos acabar com a plateia, e formar um novo filme, não apenas com finais felizes, o mundo não muda assim tão facilmente, mas com mais história na qual entremos todos. História essa que não vai ter público, todos vamos fazer parte dela."
Lia, do Colégio Doutor Luís Pereira da Costa. Parabéns!


Sem comentários:

Enviar um comentário